Em Ipueira, CRAS oferece oficina pioneira em capoeira

Em Ipueira, CRAS oferece oficina pioneira em capoeira


Publicado em: 05/09/2018 09:01

Whatsapp

 

A garantia do fortalecimento dos vínculos familiares e sociais de seus usuários, aliados a responsabilidade de proporcionar uma inserção limpa e sadia, é uma das principais preocupações e ações que são desenvolvidas através do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Para que haja sintonia entre o trabalho produzido e o resultado que se busca, oficinas são desempenhadas de forma múltipla e focada, a fim de trazer atratividade por meio da ludicidade e da interação ativa entre cada usuário.

Uma das novidades entre as atividades produzidas que são ofertadas pela Prefeitura de Ipueira em 2018, através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), a oficina de capoeira retrata a valorização dessa expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música.

Desenvolvida de forma voluntária, a oficina de capoeira é ministrada por Ricardo Pereira dos Santos e atende um público de 20 jovens, divididos entre crianças e adolescentes com faixa etária de 08 a 15 anos. De acordo com Ricardo, a capoeira é um diferencial entre as demais artes marciais, isso por ter a musicalidade com uma de suas principais aliadas. “O jogo é a música, é a musicalidade do berimbau, atabaque e pandeiro são o que define o ritmo na capoeira. Os movimentos, independente do estilo que esteja sendo jogado, são conduzidos por esses três principais instrumentos.”, explicou o mestre, ao ressaltar a importância da música na capoeira.

Prefeito de Ipueira e um dos responsáveis maiores pelo apoio e indicação do desenvolvimento da oficina no município, Galego Paiva reafirma a necessidade de se ter em movimento esse tipo de atividade, haja vista a sua importância social e cultural. “A grande preocupação é gerar uma ocupação de jovens que se tornam ociosos no contra turno escolar, e capoeira está conseguindo ser um atrativo para eles, tanto por tirá-los de uma vulnerabilidade social de risco quanto por de fato ajudar na formação de bons cidadãos através da disciplina aplicada na oficina”, explicou.

Galego ainda ressaltou o papel que a sociedade exerce junto ao apoio dado ao desenvolvimento dessas atividades. “A maior importância é motivar e atrair mais jovens para esse trabalho que a gente faz, onde eles sendo fortalecidos teremos com certeza ipueirenses mais preparados, mais cidadãos de bem”, afirmou o prefeito.

Os critérios para a inscrição na oficina seguem a mesma indicação, assim como para as demais oficinas, seguindo os padrões assistidos pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

Para aqueles que desejam ingressar, os pais e ou responsáveis das crianças e adolescentes devem procurar o CRAS para verificarem a disponibilidade da oficina e se estão entre o público alvo atendido. As oficinas ocorrem no CEMUREB nas segundas, quartas e sextas de cada semana, das 18h30 às 20h, e aos sábados, das 08h às 09h.


Leia também

Secretaria Municipal de Saúde

SAÚDE DE IPUEIRA É CONTEMPLADA COM NOVO VEÍCULO

11/06/2019 16:53

Secretaria Municipal de Saúde

Prefeitura realiza oficina sobre cuidados com a gestante e com o bebê

10/10/2018 12:41

Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Urbanos

Coleta de lixo será realizada nesta 5ª em Ipueira

10/10/2018 12:37